Catumbela, o segredo (mais) bem guardado

por Reginaldo Silva - em Jan 26th 2015 - Sem Comentários
Catumbela Vila

  A Vila da Catumbela como acho que vai ser sempre conhecida, mesmo quando for promovida ao grau seguinte da urbanização, devendo nessa altura passar a chamar-se “Cidade Vila da Catumbela” é uma daquelas paragens  localizadas na imensidão do rectângulo angolano a que muito dificilmente o visitante resiste na hora...

O estranho caso da EN 100

por Reginaldo Silva - em Jan 20th 2015 - Sem Comentários
EN100

A estrada nacional que nos leva de Luanda até ao Lobito, conhecida pela referência EN 100, num percurso de mais de 500 quilómetros, é de facto um caso estranho na nossa técnicamente modesta mas sempre atenta apreciação, de utilizadores da referida via. Uma utilização feita normalmente com propósitos turísticos, portanto na...

Benguela, cidade linda…

por Reginaldo Silva - em Jan 12th 2015 - Sem Comentários
Benguelacidadelinda

Não foi a primeira vez, e, pelos vistos, como não está nos meus planos “bazar” dentro dos próximos 20 anos (agora que o oráculo da Internet me confirmou que este é o meu limite), também não será a última, que escolho Benguela para enterrar o ano velho. Um enterro falso de uma estranha festa, pois fazemos tudo, menos...

Kandandu, a minha palavra do ano

por Reginaldo Silva - em Jan 9th 2015 - Sem Comentários
Kandandudepalavras2

  Talvez por serem femininas, gosto muito das palavras, porque elas, mesmo as mais feias, quando mudam de género e viram palavrões, só nos fazem ou dizem mal, porque alguém que não tem  nada a ver com elas, que somos nós, as utiliza com um tal propósito. As palavras nunca podem, pois, ser acusadas de nada, mesmo no âmbito...

Como surgiu o “Tio Patinhas”

por Reginaldo Silva - em Dez 29th 2014 - Sem Comentários
TioPatinhas2

  A “teoria do Conto de Natal”, a ter em conta o primeiro do género que foi escrito na Inglaterra por Charles Dickens em Dezembro de 1843, já lá vão 170 anos, é alertar os mais ricos que, normalmente, são mais avarentos que os mais pobres, para a necessidade de “distribuírem melhor”, sob pena de virem...

A democracia que nos foi servida em 2014

por Reginaldo Silva - em Dez 29th 2014 - Sem Comentários
Retospectiva2014

  Não se afigura muito fácil fazer em síntese e com aquele mínimo de objectividade, mesmo estando no terreno da opinião, uma avaliação política equilibrada do que foi ano de 2014 em Angola, se quisermos ser mais taxativos entre dois valores opostos, como o bom e o mau, o aceitável e o reprovável, o recomendável e o detestável,...

Um Conto (ecológico) de Natal

por Reginaldo Silva - em Dez 22nd 2014 - Sem Comentários
NatalEcológico

  O Natal é já na próxima semana, o que quer dizer que este ano já era. Ou seja: o mundo está prestes a concluir mais uma rotação de 365 dias à volta do Sol, que com o seu calor tem possibilitado toda esta gigantesca manobra que, de tão repetitiva, já ninguém lhe dá a mínima importância. Quando nos referimos ao Sol,...

A nova cartilha do militante

por Reginaldo Silva - em Dez 16th 2014 - Sem Comentários
cartão militante4

Se há um documento que jurei a mim mesmo, já lá vão muitos anos, nunca mais voltar a ter, nem a solicitar, ele chama-se cartão de militante. Em abono da verdade, mesmo nos meus verdes anos em que enverguei a camisola, não me lembro da instituição em que militei me ter emitido o respectivo título, a confirmar a minha condição. E...

Morro da Maianga -